Sobre nós

Aena é líder mundial em gestão aeroportuária com presença na Espanha (46 aeroportos e 2 heliportos), Reino Unido (aeroporto de Londres-Luton), México (12 aeroportos), Colômbia (2 aeroportos) e Jamaica (2 aeroportos), o que contribui para consolidar as sinergias de sua rede, com especial projeção na Ibero-América. Sua experiência, capacidade e equipamento profissional garantem um serviço integral de máxima qualidade na gestão de serviços aeroportuários, em que se promove, além disso, o início de tecnologias que permitam a prestação de serviços inovadores e sustentáveis. Tudo isso com o objetivo de garantir aos seus clientes, passageiros e companhias aéreas, eixo da estratégia da companhia, os mais altos standards de qualidade, segurança e serviço.

Aena desempenha na área de influência dos seus aeroportos um papel de motor econômico, com um compromisso permanente de desenvolvimento e sustentabilidade econômica, social e ambiental. Seu modelo de negócio está alinhado com a Agenda de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para contribuir com ações locais para alcançar objetivos globais.

Desde janeiro de 2020, Aena Brasil gerencia o Aeroporto de Campina Grande-Presidente João Suassuna e o Aeroporto de Juazeiro do Norte-Orlando Bezerra de Menezes, desde fevereiro o Aeroporto de Maceió Zumbi dos Palmares, o Aeroporto de Aracaju-Santa Maria e o Aeroporto de João Pessoa-Presidente Castro Pinto, e desde março o Aeropuerto Internacional Recife/Guararapes-Gilberto Freyre. Estes seis aeroportos da região nordeste do Brasil registraram em 2019 um tráfego de mais de 13,8 milhões de passageiros, 6,5% do total do tráfego brasileiro. Concretamente, o aeroporto de Recife é o oitavo do Brasil por tráfego de passageiros totais e o sexto por tráfego de passageiros internacionais.

Tarifas